Notícias CAPES celebra 69 anos com evento virtual
Pós-graduação

CAPES celebra 69 anos com evento virtual

Publicado: Sábado, 11 Julho 2020 15:37 , Última Atualização: Terça, 14 Julho 2020 13:47

SBPC e ABC organizaram seminário com a participação de Benedito Aguiar e ex-presidentes da Coordenação nos últimos 15 anos.

11072020 bannermateria 69anos

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) completa 69 anos neste sábado, 11. A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) promoveram um seminário on-line para comemorar a data. O evento teve a participação de Benedito Aguiar, presidente da Coordenação, além de quatro ex-presidentes.

O trabalho conjunto das instituições para fortalecimento da CAPES e da pós-graduação foi destacado por Benedito Aguiar como fundamental para que a Coordenação seja considerada “patrimônio da sociedade brasileira, da comunidade acadêmica e da nação. Precisamos preservar e aperfeiçoar essa política em favor da nossa sociedade, por meio do crescimento social e econômico que nosso país precisa.”

Para Ildeu Moreira, presidente da SBPC, o sucesso das ações da CAPES “resultam do esforço das gestões e quadro técnico da agência”, destacando que “a estrutura que compõe a CAPES é extremamente importante para a pós-graduação”. Por sua vez, Luiz Davidovich, presidente da ABC, ressaltou a contribuição da CAPES para a qualificação dos professores: “A Educação Básica é uma das missões da Coordenação”.

Foram convidados para o encontro virtual Jorge Guimarães, Carlos Nobre, Abílio Baeta e Anderson Ribeiro, ex-presidentes da CAPES entre os anos de 2004 e 2019. Eles analisaram a história da Coordenação, a expansão da pós-graduação no Brasil e as políticas para o desenvolvimento do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

11072020 FOTO DENTRO MATERIA ANIVERSARIO

Para todos participantes, a CAPES desenvolve em sua história uma política de estado, direcionada ao SNPG: “Precisamos preservar, aperfeiçoar essa política em favor da nossa sociedade por meio do crescimento social e econômico que nosso país precisa. O domínio da ciência é fundamental para isso”, afirmou Benedito Aguiar.

Também participaram da comemoração Helena Nader, vice-presidente da SBPC, Carlos Henrique de Carvalho, presidente do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Foprop), Flávia Calé, presidente da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG), João Carlos Salles, presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e Denise Freitas, representante das áreas de Avaliação e Conselho Técnico-Científico da Educação Superior.

Balanço CAPES 2020
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) chega aos 69 anos com dinamismo e ação. Além de desenvolver várias ações de enfrentamento à COVID-19, a instituição, que nasceu em 11 de julho de 1951, implementou um modelo de concessão de bolsas, aumentou a quantidade de benefícios destinados aos pós-graduandos, auxiliou estudantes no Brasil e no exterior e, não apenas manteve, mas também abriu novos cursos a distância.

Inédito na história da instituição, a pós-graduação brasileira passou a ter um modelo de distribuição de bolsas que corrige distorções na concessão de benefícios. A medida leva em conta a nota de avaliação, a localização e a titulação de cada curso, valorizando ainda os doutorados. A CAPES aumentou em 3.805 o número bolsas institucionais para os cursos de pós-graduação no País: de 80.981 para 84.786.

Além disso, aumentou o apoio financeiro voltado à redução das assimetrias regionais com programas como o de desenvolvimento da Pós-Graduação em parceria com as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa, que oferecem 1.800 bolsas, e Amazônia Legal, com 720 bolsas. Ambos foram lançados este ano. Também criou o Programa de Combate a Epidemias, com mais 2.600 bolsas, e selecionou, em cooperação com o Conselho Federal de Enfermagem, 25 projetos com 180 bolsas de mestrado profissional. Outras 15 propostas foram escolhidas – no âmbito do Programa Entre Mares – para estudar e combater o óleo nas praias.

Para atender os bolsistas neste período de pandemia, a Coordenação prorrogou por até três meses a vigência das bolsas de mestrado e doutorado que se encerrariam, apoiando assim mais de 20 mil pesquisadores que precisariam de mais tempo para concluir seus trabalhos. Seguindo este mesmo princípio de apoio, o prazo para a realização de eventos com o financiamento da CAPES também foi estendido até o próximo ano.

Na área internacional, a CAPES publicou o resultado de cinco editais: Humboldt e Serviço de Intercâmbio Acadêmico, na Alemanha, Yale e Purdue, nos Estados Unidos, e Leitorado, para 19 nações. No caso dos bolsistas no exterior, além de estender os prazos das bolsas, aqueles que desejaram retornar ao Brasil foram atendidos pela CAPES.

Em acordo inédito com as principais editoras parceiras do Portal de Periódicos, a CAPES conseguiu liberar conteúdo científico internacional para acesso irrestrito das comunidades acadêmicas ao material sobre a COVID-19. Em abril, a biblioteca virtual teve quase seis milhões de downloads em íntegras de publicações.

Na área da avaliação, uma comissão criada pela CAPES entregou orientações para implantar o modelo multidimensional, com quatro dimensões: formação, pesquisa, inovação e impacto social. Em relação aos levantamentos de dados deste ano, o prazo de preenchimento das informações de produção intelectual na Plataforma Sucupira foi estendido até 31 de julho.

Neste ano, diante do isolamento social necessário, a Universidade Aberta do Brasil (UAB), por ofertar ensino a distância, conseguiu manter suas aulas, sem interrupções, para 116 mil alunos. Somado a isso, foram abertas mais 75 mil vagas em cursos de capacitação virtual em Português, Matemática e Tecnologias da Informação e Comunicação. Na formação de professores, foram selecionados 500 projetos de instituições que receberão as 60 mil bolsas dos Programas Residência Pedagógica e Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

Neste período a CAPES também implantou seu Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC), que vai vigorar de 2020 a 2023 e concluiu a migração de seus serviços digitais para o Login Único do Governo Federal, levando todos os seus aplicativos para a página do Executivo.



(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu